Website Ribbon ::: TampaBlog! ::: [v.2]
Quem procura acha..
 
Passou..
Assine o RSS do TampaBlog

Digite seu e-mail abaixo:

Delivered by FeedBurner


Curiosidades
Noticias
Vídeos
Downloads
Games
Dicas
Tecnologia
Tirinhas
Imagens
Campanhas/Memes
Click Cinema
Entrevistas
arucUOL<




Adcione o TampaBlog banner!



Top 20 Sedentário e Hiperativo
Jacaré Banguela
Bobagento
Ah Tri Né


Gulp
Controle Remoto
Blog do Noel
Empresas JVS
Teobaldo HP
DownBr




addtomyyahoo4Subscribe in NewsGator Online
Add to My AOL Subscribe in Rojo
Subscribe with BloglinesAdd to netvibes
Add to Google



Visitantes OnLines








IsFree.TV

[domingo, 29 de julho de 2007]

"Vete a la mierda"


Fidel Castro declarou encerrados o Pan Rio 2007.

Sim, o Pan é no Rio de Janeiro, mas após boatos de uma deserção em massa dos esportistas cubanos, Fidel Castro mandou que sua delegação retorna-se para Cuba antes mesmo da cerimonia de encerramento.

Mais uma quebra de protocolo ?
A equipe de volei cubana, que conquistou a medalha de bronze e nos deixou, como sempre, a de ouro (valeu), não pode nem comparecer ao pódium.
Ao ser anunciada no ginásio de volei, a ausência de Cuba, as vaias tomaram conta das arquibancadas. Até os E.U.A., derrotados na final pelo Brasil, foram aplaudidos pelo público presente (ta feio mesmo pro lado de Cuba).
Chateado e muito confuso, um dos atletas disse que em relação as medalhas, seriam enviadas por correio. Além de tudo da mais prejuízo ao Rio.
No aeroporto, a confusão na hora de buscarem as bagagens foi muito grande.
Segundo alguns outros boatos, ainda haveriam 100 cubanos no Rio para participar da cerminonia de encerramento. Porém, nada confirmado.
Durante o Pan, dois boxeadores (o bicampeão olímpico Guillermo Rigondeaux e o campeão mundial Erislandy Lara), um jogador de handebol (Rafael D'Acosta) e um técnico de ginástica artística (Lázaro Lamelas) desertaram.
O número ainda conseguiu ser inferior ao dos Pan's passados. Quando acabam oficialmente as festas do evento, os atletas costumam desertar para buscar chances nos esportes de países capitalistas, que lhes oferecem melhor conforto e mais dinheiro.
Esta mania de deserção começou em 1971 com seis abandonos e chegou a seu ápice em Winnipeg-1999, com 13 desertores incentivados também por organizações anticastristas baseadas em Miami (EUA).
Dizem que o "recorde" seria quebrado este ano, porém Castro, irmão do ditador Fidel Castro, tomou providencias rápidas.
Segundo dados nada oficiais, cerca de 240 atletas embarcaram na frota de aviões cubanos ontem e cerca de 100 atletas ainda estariam no aguardo do encerramento.
Lamentável em Fidel ?

E Fidel Castro já teria se envolvido em outros lamentáveis casos no esporte. Outra vez, brigou com Zidane após partida de futebol beneficente. Levou uma das famosas cabeçadas.

Marcadores: ,



Por Tampa às [14:20]  |   |





::: TampaBlog! :::
Solte o Verbo! Comunidade TampaBlog! Blogs que leio Assine o RSS