Website Ribbon ::: TampaBlog! ::: [v.2]
Quem procura acha..
 
Passou..
Assine o RSS do TampaBlog

Digite seu e-mail abaixo:

Delivered by FeedBurner


Curiosidades
Noticias
Vídeos
Downloads
Games
Dicas
Tecnologia
Tirinhas
Imagens
Campanhas/Memes
Click Cinema
Entrevistas
arucUOL<




Adcione o TampaBlog banner!



Top 20 Sedentário e Hiperativo
Jacaré Banguela
Bobagento
Ah Tri Né


Gulp
Controle Remoto
Blog do Noel
Empresas JVS
Teobaldo HP
DownBr




addtomyyahoo4Subscribe in NewsGator Online
Add to My AOL Subscribe in Rojo
Subscribe with BloglinesAdd to netvibes
Add to Google



Visitantes OnLines








IsFree.TV

[quarta-feira, 4 de abril de 2007]

Emabaixada do Irã no Brasil desaprova "300"


Irritada com a versão de Hollywood para a guerra entre gregos e persas no filme "300 de Esparta", a Embaixada do Irã em Brasília divulgou uma nota nesta quarta-feira na qual acusa o filme, que tem no elenco o brasileiro Rodrigo Santoro fazendo o papel do rei persa Xerxes, de "promover o conflito entre as civilizações". Segundo a Embaixada, o enredo do filme é fruto da imaginação do escritor Frank Miller e não tem qualquer fundamento histórico. A nota diz que o enredo distorce a História para atender às posições bélicas dos Estados Unidos.



"O filme é cheio de distorções da história e da posição relevante na história da civilização da antiga Pérsia. Os produtores do filme, comprometendo e abusando da história, têm a finalidade de promover a idéia do conflito entre civilizações e vai ao encontro das políticas bélicas dos governantes neoliberais dos Estados Unidos da América, sem qualquer fundamento político, histórico ou artístico", diz a nota.

Embaixada diz que, ao produzir o filme, Hollywood mostrou mais uma vez que está sob o domínio do governo americano e de alguns indivíduos nos bastidores do Estado.
Esse filme é uma farsa total e uma ofensa a uma nação cujas características mais gloriosas e honradas são de ter escrito a primeira carta escrita dos Direitos Humanos no mundo, de ser uma nação pacifista, humanista, que propaga o diálogo entre as civilizações e culturas".

A nota afirma ainda que o filme adota os pontos de vista de judeus e seus aliados para ofender a cultura iraniana, "que é cheia de ternura, de compaixão e de sensibilidade".
Enquanto o Irã apela pelo diálogo entre civilizações, países belicosos querem lesar a história das nações e soam os tambores da guerra e de conflitos entre as civilizações", diz o texto.

Marcadores:



Por Tampa às [18:51]  |   |





::: TampaBlog! :::
Solte o Verbo! Comunidade TampaBlog! Blogs que leio Assine o RSS